quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Alunos da Rede Estadual de Ensino podem fazer inscrições em cursos técnicos até domingo (12)

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) através da Escola Agrícola de Jundiaí e a Secretaria Estadual de Educação (SEEC) estão com inscrições abertas para cursos técnicos na modalidade concomitante nos municípios de Natal, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, Touros, Vera Cruz, Pendências, Pedro Avelino, Currais Novos, Caicó, Martins, Serra de São Bento, João Câmara e Tibau.

A parceria entre as Instituições garante a oferta dos seguintes cursos técnicos em Comércio, Mineração, Logística, Hospedagem, Fruticultura, Agroecologia, Agropecuária, Agronegócio, Guia de Turismo, Informática e Serviços Jurídicos.

“A parceria entre Secretaria Estadual de Educação e Escola Agrícola de Jundiaí para a oferta de cursos técnicos, voltada para alunos da rede estadual de ensino, surge de uma demanda da própria comunidade escolar e desempenha um novo papel na formação dos jovens. Com o Pronatec instalado nas escolas, aproximamos a UFRN da comunidade e preparamos os alunos para os desafios do mercado de trabalho”, explica a Secretaria Estadual de Educação, Profª Betânia Ramalho.

Seleção
Os interessados em participar da seleção devem estar matriculados no 2º ano do Ensino Médio e realizar suas inscrições através do Portal do SIGEDUC – Sistema Integrado de Gestão da Educação/SEEC, sitehttp://sigeduc.rn.gov.br, pelo PORTAL DO ESTUDANTE ou nas Secretarias das Escolas até o dia 12/10/2014.

A seleção dos alunos será realizada através do SIGEDUC e terá como critério de seleção a média do último ano das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática. Não podendo participar alunos menores de 15 anos. Nesta etapa serão beneficiados 665 jovens.
Fonte: http://www.eaj.ufrn.br/pronatec/noticiais/noticia258.html

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Aumenta número de escolas que não atingem meta no RN

Depois de um bom começo, as escolas da rede municipal do Rio Grande do Norte, que são de responsabilidade das prefeituras, começam a perder fôlego no compromisso assumido de melhorar a qualidade do ensino. No ano passado, 62 municípios não atingiram a meta fixada pelo Ministério da Educação para que o Brasil atinja, até o final desta década, o patamar educacional dos países desenvolvidos. Em termos numéricos, isso significa evoluir da média nacional 3,8, registrada em 2005, para um Ideb igual a 6,0, na primeira fase do ensino fundamental, considerada a mais crucial para o aprendizado.

O Ideb é divulgado a cada dois anos. Em 2011, mais de 70% dos municípios potiguares (71,7%) atingiram a meta; no ano passado esse porcentual caiu para 61,7%. Entre os que não atingiram estão Acari, município com terceiro melhor Ideb do Estado, atrás apenas de Ipueira, que deu um salto de qualidade, passando de 4.7 para 6.2, e Santana do Seridó (5.9). Para cumprir a meta, Acari precisaria ter alcançado nota 5.7. Natal e Parnamirim, que aumentaram os investimentos em Educação, implantando planos de cargos e carreira para o magistério, também não atingiram a média. 

Os números divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) reforçam a tradição do ensino público no Seridó. Dos 10 municípios com melhor Ideb, sete ficam na região, dois no Oeste e um no Alto Oeste. Na outra ponta do ranking estão municípios como Angicos, pólo de uma experiência implantada pelo educador Paulo Freire, na década de 1960, e Rio do Fogo, que está na rota dos investimentos milionários em energia eólica.

A situação piora conforme avança a graduação. No primeiro ciclo do ensino fundamental, a média do RN é 3,9. No segundo ciclo cai para 3.1 e no ensino médio 2.7. A qualidade do ensino médio da rede privada também está em queda. A nota de 2013 foi 4,8. Está quase um ponto acima da rede pública, mas caiu em relação a 2007, quando foi apurado um Ideb de 5.3.

No geral, 93 municípios conseguiram avanços nos primeiros anos do ensino fundamental, 12 mantiveram as mesmas notas de 2011, entre eles Mossoró, que permanece com os mesmos 5.1.

Confira o IDEB das escolas municipais de Rio do Fogo (Clique na imagem para ampliar).



Fonte: http://tribunadonorte.com.br/noticia/aumenta-naomero-de-escolas-que-na-o-atiram-meta-no-rn/292387

domingo, 20 de julho de 2014

UFRN e Seec ampliam oferta do ensino técnico no RN

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e a Secretaria Estadual de Educação (SEEC) vão ofertar 13 cursos técnicos profissionalizantes em 19 escolas públicas de 25 municípios do estado. Para tanto, firmaram parceria com o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC), criado pelo Governo Federal em 2011, para ampliar a educação profissional e tecnológica no país.

Da parte da UFRN, a parceria prevê a oferta dos cursos por meio do corpo docente e da coordenação técnica da Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ), destaque nacional por interiorizar, desde 2011, as ações do PRONATEC. Por sua vez, o Governo do Estado vai disponibilizar as escolas públicas nos 25 municípios solicitantes desse serviço educacional.

Cidadania

Para o coordenador do PRONATEC/EAJ, João Inácio, essa parceria UFRN/SEEC ajuda a promover a cidadania porque qualifica os jovens do Rio Grande do Norte. O PRONATEC/EAJ está atuando em mais de 70 municípios, mudando a feição dos concluintes e promovendo o desenvolvimento dos locais onde funciona, informou o coordenador. “Com o apoio da Secretaria Estadual de Educação, vamos continuar avançado e transformando o Rio Grande do Norte”, completou João Inácio.

Para o diretor da EAJ, Júlio Cesar Neto, a parceria da UFRN, SEEC e governo federal contribui para que o Programa atinja seu objetivo maior, que é interiorizar e democratizar a oferta da Educação Profissional Técnica. Segundo ele, “O PRONATEC precisa atender a maior quantidade de jovens e trabalhadores tanto na zona urbana, quanto rural do Rio Grande do Norte. Graças a esse apoio do Governo Federal, UFRN, Prefeituras e SEEC, temos desenvolvido um trabalho que vai além das instalações da Escola Agrícola de Jundiaí” .

Critérios

Tem acesso ao PRONATEC o aluno com idade acima de 15 anos, que esteja cursando o Ensino Médio regular. Além desse critério, a seleção considerou a média do último ano das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática.

“Esse novo formato de educação técnica privilegia a formação integral e humanística”, disse Suerda Maria Nogueira do Nascimento, subcoordenadora de Educação Profissional da SEEC.

A previsão da subcoordenadoria é que em 2015 o número de escolas atendidas sejam 100% a mais que neste segundo semestre de 2014.

Cursos

Técnico de Segurança do Trabalho; Manutenção e Suporte em Informática; Agroecologia; Guia de Turismo; Informática; Comércio; Mineração; Logística; Hospedagem; Fruticultura; Agronegócio; Cooperativismo e Agropecuária.

Municípios contemplados

Angicos, Apodi, Arês, Assu, Caicó, Caraúbas, Currais Novos, Guamaré, Itajá, João Câmara, Jucurutu, Martins, Mossoró, Natal, Pau dos Ferros, Pedro Avelino, Pendências, Rio do Fogo, São Gonçalo do Amarante, Serra do Mel, Serra de São Bento, Santa Cruz, Tibau do Sul, Touros e Umarizal, nas Escolas Estaduais Calpúrnia Caldas, Manoel Salustino, Desembargador Floriano Cavalcante, José Fernandes Machado, Rui Barbosa, Joaquim Inácio, José Fernandes de Melo, Josefa Sampaio, Padre José Maria Biezinger, Francisco Veras, Professor J. Torres, Zenon de Souza, Lavosier Maia Sobrinho, Isabel Barbosa Vieira, Tabelião Júlio Maria, João Manoel Pessoa, Francisco de Assis Bittencourt, Monsenhor Honório, Jacaúma e Monsenhor Joaquim Honório.

Fonte: http://tribunadonorte.com.br/noticia/ufrn-e-seec-ampliam-oferta-do-ensino-tecnico-no-rn/288216