terça-feira, 9 de setembro de 2008

HINO DE RIO DO FOGO

Rio do Fogo meu recreio amigo
De morros brancos e belos coqueirais
Em alta noite eu sonhei contigo
Vertendo prantos por não ti ver mais
Quando acordei o sonho era ilusão
Maldito sonho que robou-me a calma
Me vi quase morto de aflição
Em desespero a minha pobre alma
Recordo ainda os dias ventuosos
Em teu parracho de águas mult'cores
Linda praieira de olhos velhos idosos
Na capela de teu povoado
De mãos postas em gestos suplicantes
Olhando os seus filhos em pecados
Nossa senhora mãe dos navegantes
Autor: José Porto Filho

4 comentários:

David disse...

Parabéns ao autor do hino...
Abraços
David de Medeiros Leite

Elson Andrade disse...

Prezado David, sua visita me alegra, obrigado por deixar seu comentário, pois ele só faz engrandecer o blog de Rio do Fogo. Deixe sua sugestão de postagem e ajude-nos a divulgar o blog para que possamos construir-lo cada dia melhor.

David disse...

Prezado Elson, também agradeço sua publicaçao de nosso poema "Mulheres do Rio do Fogo"...
Abraços
David

Dri disse...

oi, gostei muito desse Blog, está ótimo, continui divulgando as notícias de Rio do Fogo.