segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Vídeo mostra momento em que turista foi atropelada por boia puxada por jet ski e desmente versão de Wagner

video

A versão do homem que pilotava o jet ski no momento do acidente que matou uma turista goiana Maria Marques Cordeiro, de 47 anos, em Rio do Fogo não corresponde à realidade. Na delegacia de Plantão da Zona Norte, onde Wagner Miguel de Araújo Galvão se apresentou espontaneamente depois de um acidente na lagoa da Cotia, o piloto afirmou que a corda que segurava a boia ao jet ski se rompeu no momento, o que teria provocado o choque com a turista. No entanto, em vídeo publicado no Youtube, é possível notar o momento em que a boia atropela a turista e que a corda não re rompeu.

Essa não será a primeira vez que Wagner Miguel de Araújo Galvão responderá a um processo criminal. Em 2009, ele chegou a ser preso por tráfico de drogas.De acordo com matérias publicadas na época, Wagner Miguel, conhecido como "Novinho", foi preso durante a operação "Paço da Paz", em 14 de maio de 2009. Ele supostamente pertencia a uma quadrilha que movimentava aproximadamente R$ 100 mil por mês com o comércio de entorpecentes. Apesar de ter se apresentado à delegacia de Plantão da Zona Norte após o acidente, Wagner Miguel foi liberado e, inicialmente, poderá responder ao processo em liberdade. Ele deverá ser indiciado por homicídio.

Um comentário:

iris disse...

simplesmente resumo em uma só palavra,
"irresponsabilidade"
tem mais é que tá preso um sem noção desse, pena que existem tantos idiotas como esse ao nosso convivio. e nesse momento só me vem o silêncio em minha cabeça depois da cena que acabei de vê,e não dá nem pra imaginar o choque em que as pssoas que estavão no momento sentiram, que afinal não a conheciam, mas ali estava uma inocente a se divertir, fechando os olhos por culpa de um sem noção. ou melhor "ASSASSINO"